POETAS

VOLTAR

Quem sou eu:

José Vidal de Freitas nasceu em Oeiras, aos 15 de novembro de 1901, e faleceu aos 19 de junho de 1987, nesta Capital. Filho de Sílvio Dias de Freitas e de Ana da Costa Freitas, aos 2 anos de idade ficou órfão de pai, e ainda em Oeiras, para ajudar a mãe viúva, foi ajudante de indústria gráfica, começando muito cedo a exercitar a cabeça e as mãos, o corpo e a natural inteligência. Acadêmico, professor, poliglota, magistrado e poeta – estas formas de ser e relacionar-se na sociedade que marcaram sua vida. A. Tito Filho o vê e o retrata assim: “Na sua vida de inteligência domina como poucos a palavra, sonora, castiça e eloqüente, instrumento de idéias decisivas e brilhantes.” José Lopes dos Santos vai mais além: “Vidal de Freitas é muito mais que magistrado e professor. Sua cultura polimorfa, abrangendo quase todos os ramos do conhecimento humanístico, inclui também as artes. É poeta e músico: como poeta, primoroso; como músico, exímio.”

Meus autores preferidos:

Sem informação

Minhas atividades:

Sem informação

Coisas de que gosto:

Sem informação

Outras Informações:

Sem informação

José V de Freitas Autor José V de Freitas MINHAS OBRAS