POESIAS

VOLTAR

RIO SORRIO

Sorriu
Busco o céu que passou um batom quase anil
Com tons de quase noite
Rio que no arrepio do movimento e com o vento
Sem saber ser vai ao encontro do mar me invade
Alento de um sofrer aperfeiçoando pedras
e alçando vôo a um convento
Um lamento de mansidão
pobre coração
Vil é o rosto na sombra de um sofrimento ardil
Sorrio
É não.

Anneth C B da Silva Autor Anneth C B da Silva MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE