POESIAS

VOLTAR

Inconstante

Inconstante

Acostumei a me afastar

Dei de sentir diferença
Entre estar e ficar
Sair sem olhar não foi ruim

Nunca por ser
Por não dizer
Sem ver sem manter

Palavras tolas tontas
Planam
Faltou pena

E lavada de certeza
Boiando como em águas rasas
Para divergir

Das profundezas do sentir
Do levar
Se um sim, como peso
Afundasse

Afogando as verdades
Que o pensamento
Insistir em manter

Razão força
De palavra dada

Lina Ramos.

Lina Ramos Autor Lina Ramos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE