POESIAS

VOLTAR

Essência

Eu e tu como previu a flor
 Proposta que se desfez
Passo de insensatez 
 Na essência que brotou

Vi tarde sem esperança
 Cedo o sol nasceu bonito 
 Ter vaidade sendo atrito
 Põe  na tez outra lembrança 

 Desceu chuva fez dia claro
 Um olhar já me negou
 Quando meu sonho brilhou

 Como verso que rimou 
Nosso aparte que vingou
Foi rudeza de ser raro
Lina Ramos.

Lina Ramos Autor Lina Ramos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE