POESIAS

VOLTAR

Maquiagem

Ela, apenas na sua vaidade pura
Revelou o que o escuro já sabia
Sou eu sua secreta companhia
O dono de sua discreta doçura

Quem irá dar provas que o amor
Quando chega, a tudo vem devastando
Quem, mudo, sente algo em si chegando
Logo a lógica se vai, deixando dor

Um sentimento que se pinta
Vai ao longe buscar abrigo
No peito da ilusão distinta

Seu sangue em veia sem saída
Esconde o amor no castigo
E se maquia no escuro da vida

Divaldo F S Filho Autor Divaldo F S Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE