POESIAS

VOLTAR

ONDE ANDA?

PRIMAVERA: BRILHO QUE DESFILA
POR ONDE ANDA AQUELA FLOR?
TODA ESTAÇÃO DEIXA A FERIDA
NO CORAÇÃO QUE ZELA O AMOR

SERÁ QUE NÃO SABE O PERIGO
QUE CORRE UM CORAÇÃO FERIDO?
A RAZÃO NEM SEMPRE É CERTEZA
SE A EMOÇÃO CHORA DE TRISTEZA

PRIMAVERA, ONDE ESTÁ AQUELA
QUE ABRIGA TODO MEU AMOR?
NO JARDIM, A FLOR MAIS BELA
ME OBIGA A SOFRER UMA DOR

DOR QUE SOMENTE PODE SENTIR
QUEM UMA FLOR VIU PARTIR
DOR QUE NUNCA FAZ CHORAR
SE ESTA FLOR AO AMOR VOLTAR

PRIMAVERA, NÃO SE FAÇA TEIMOSA
DIGA ONDE ANDA A FELICIDADE
TU QUE ÉS UMA ESTAÇÃO FOLGOSA
TENHA POR MIM TENRA FRATERNIDADE

NÃO SOU, COM ISSO, UM CURIOSO
É MUITO MAIS QUE A LÓGICA
PODE ENSINAR. SOU CUIDADOSO
COM A CARTOLA QUE DESAFIA A MÁGICA

ONDE ANDO, SABE BEM MINHA RAZÃO
POR QUEM AMO, CHORA EM DEMASIA
MINHA MALTRATADA E RECATADA EMOÇÃO
[DESTINO DE QUEM AMA SEM COMPANHIA]

PRIMAVERA, ADOCICA MINHA AMARGURA
SEUS JARDINS ENCHEM OS OLHOS COM TERNURA
ESVAZIA OS MEUS DESTE TRISTE PRANTO
DIGA ONDE ESTÁS A FLOR QUE AMO TANTO

Divaldo F S Filho Autor Divaldo F S Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE