POESIAS

VOLTAR

Guarde-me

Guarde-me em você
Memória não teme retaliação
Luz brilhou mais forte
Seu olhar: minha suave provocação
Se puder me amar. Ame
Se não, guarde-me até outra sorte

Caminhos cruzados de repente
Fomos fogo em erupção
De corpo, alma e mente
Paquera, amigos e união
Carma recíproco e celeste
Presente que os anjos nos deste

Ah! Mas é traiçoeiro
Cupido trapalhão e atrasado
Esqueceu de analisar o depois
Quis apagar chama com isqueiro
Deu-me a sensação de ser amado
Mudou a vida de nós dois

Apesar dos pesares, foram bons
Todos os aromas, todos os sons
Compartilhados em beijos, amassos
Somos cúmplices de segredos, pecados
Não chores, somente me guarde
Que em mim estará sempre você

Sua timidez me fascina
Nudez no olhar de menina
Tu és a joia, a minha mina
Rosco angelical em harmonia
É bela, formosa, voz de andorinha
Voe livre, pois agora não é minha

Divaldo F S Filho Autor Divaldo F S Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE