POESIAS

VOLTAR

NOITES SILENTES

Noites serenas...
Noites sem lua,
Noites de luar...
Brisa da noite,
Noites silentes
No meu lugar.

O lobisomem,
O caipora...
O tamanduá-bandeira,
Ou o lobo-guará...
Uns são reais...
Outros, seres imaginários.
Todos amedrontavam
Os meninos do lugar.

Estrelas no firmamento...
Constelações do Universo
Todo a brilhar...
Na noite calma,
Brincadeiras e histórias,
Saudosas noites no lugar!

Tudo passou tão depressa...
O tempo voa...
Nunca mais vai voltar.
Tempo de criança,
Mundo de esperança...
Somos todos crianças a brincar!







Edimar Luz Autor Edimar Luz MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE