POESIAS

VOLTAR

Aquele olhar

Equanto cantas só
Balanço meu copo
Entre meio a surdos
Tento entender teu som
E as entrelinhas do Kid Abelha
Sem saber quem é
E naquele sôfrego olhar
Nos encontramos, vimos
E percebi que cego sou eu
Que me iludo, imagino
Cada verso sendo meu
Quando o que tenho
Na verdade é só poeira
E em minha conta o couvert
Que pago por achar que serei
Importante enquanto lhe ouço...

Douglas L A Campos Autor Douglas L A Campos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE