POESIAS

VOLTAR

Sem Porquês

Sem que você perceba
Sou eu que faço chegar até você
Nossa música feita de pássaros e sonhos

Sem que você perceba
Sou eu que escrevo os versinhos inusitados no livro que lês
Inspirados por majestoso luar

Sem que você perceba
Sou eu que lavro a terra cultivo o trigo do pão fresco
do teu café da manhã sem demora

Sem que você perceba
Sou eu que ando lado a lado contigo pelas ruas da cidade
Graciosa de jeans e camiseta

Sem que você perceba
Sou eu que faço o gol da vitória do seu time do coração
Aos quarenta do segundo tempo

Sem mais porquês, você é meu sonho
O delírio a realidade poética
Instante único que pulsa em mim


CINEN DE SOUSA

Cinen De Sousa Autor Cinen De Sousa MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE