POESIAS

VOLTAR

Antidepressivos

alguns anti acidos apaticos minha cara presa aos trapos
eu pensando como me livrar dos anti impactos
anti depressivos são escudos ou absurdos, mudos me indicaram
sem usar ligua dos surdos

eu sei você não entendeu mas quando foi que quis?
nunca prestou atenção, já estava vivendo assim
há alguns milenios eu quis o que eu fiz
e depois das anedotas saltando da tela é o fim

proprietarios da razão fazem diasporas
e alias eles não querem união por isso as hostias
simbolizando o corpo do salvador, tanta dor
eles nunca venderam verdades, vou vender rancor

meu amor eu estou saindo da cidade por alguns anos
voltarei depois que fizer grana e não tiver engano
ou se eu estiver em cana, buscando morrer com um cano
me acorde desse sonho raso

eu quis falar pros manos que nada que faço é efemero
eu quis falar, quis cantar e não pra ganhar premios
não que seja ruim mas o que ta acontecendo?
eu sou de um tempo nada linear mas to vivendo

eu quero seguir as flores do seu jardim
morrer de tanto amar depois enfim
eu morrerei em paz
adormeci de tanto rir

Ícaro De S E S Autor Ícaro De S E S MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE