POESIAS

VOLTAR

Contínua

Na contra mão passava o tempo.

Atropelou-me
Decidido a roubar o meu olhar
E a vista dos meus sonhos.

Segui nessa Alameda
Inundada das ausências
Saída dos meus olhos.

Uma linha tênue
Dividiu meu rumo.

Dispensei olhares.

Me edifico ainda em cada ponto
E no pouco que me restou
De horizonte.

Lina Ramos.

Lina Ramos Autor Lina Ramos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE