POESIAS

VOLTAR

Das Incertezas

Não estou certo
Para onde irei
Depois de morto
Pra cova ou pro fogo
Se verei deus ou diabo
Ou o nada me cercará

Não estou certo
Sobre as decisões que faço
Se pulo ou se passo
Se vou ou se fico
Ou o nada me faltará

Não estou certo
Sobre a vida
Se é bela
Ou bem-vinda
Se é cicatriz ou ferida
Se melodia ou canto
Ou o nada me matará

Não estou certo
Sobre o que amo
Se danço ou tango
E tento não me magoar
Cerco-me
Então
de amores brandos
Para não me embriagar

Não é o Muka Autor Não é o Muka MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE