POESIAS

VOLTAR

Meu mal

Eu não sofro pela ausência. Não sofro pela falta. Não sofro pelo medo.
Meu único mal é o exagero.
Eu amo demais.
Amo acima de mim mesmo.
E isso me ofende.

ERICO RENATO ALMEIDA Autor ERICO RENATO ALMEIDA MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE