POESIAS

VOLTAR

As Luzes da Cidade Celeste

Quando esse dia acabar
nós olharemos pro céu estrelado
como quem assiste às luzes da cidade celeste
pensando no que fizemos para sermos exilados

E então lembraremos que o verbo se fez carne
e a carne nos condenou
a todos nós
filhos do verbo

e de todas as histórias que nos contam antes de dormir
essa é a que mais nos intriga
a que mais nos calcifica à mortalidade
não só do corpo mas também da alma

perdemos nossas estrelas
nós mesmos cuidamos de disfarça-las
e depois nos perguntamos o que fizemos para sermos exilados
se tão notória era nossa inocência

... mas em verdade ainda somos como nossos pais.

Ícaro De S E S Autor Ícaro De S E S MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE