POESIAS

VOLTAR

O Salgueiro e a Argila

Depois de tantos esforços
das raízes ao caule
fundado no solo de argila
o velho salgueiro

permanece imutável com o vento
sólido contra o tempo

já argila não ...
cede diante desse peso

moldada a mão por artesãos
que a faz ser bela
admirável e frágil
enquanto o salgueiro ali está

pôs-se diante do destino
de sustentar anos a fio pois
não pode ser lapidado
ali vive até que caia

o tempo o maltrata
e torna viril sua batalha
enquanto a argila afunda
[se encaixando perfeitamente
às mãos do mundo]

Ícaro De S E S Autor Ícaro De S E S MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE