POESIAS

VOLTAR

Leia-me

Leia-me

Passe em mim

Sua língua

E declama-me.

Me tranformo em braille

Para que ao teu toque

Meus caminhos

Sejam conhecidos.

Percorra-me

Como se percorrem

Os rios e suas profundidades

Navega-me

E eu te levarei

Ao conhecer minhas

Intimidades

Minhas vontades

Mais escondidas

Proibidas.




Antonio Oliveira

 Antonio Oliveira Autor Antonio Oliveira MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE