POESIAS

VOLTAR

Receio de Amor

Ele gentilmente a abraçou,ela por sua vez,que renegou tal sentimento,o fez aflorar.
E em pequenas sílabas labiais,o silêncio se empenhou em ser o barulho mais preciso.
Quando os olhos se encontraram,eles conversaram,muito mais do que seria dito em palavras.
O coração que se dizia frívolo,pode voltar a sentir. Aos poucos o ressentimento foi vagueando até ser esquecido em qualquer rua escura.
E o amor,encontrou-se novamente,sorrisos tímidos foram soltando, sendo levados a crer que o amanhecer tardou a chegar.
Jurou desconhecer o amor,sua inconstância findou,quando olhou a face de pureza e eterno amor,percebeu que nunca havia deixado de amar.

Ana Viana Autor Ana Viana MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE