POESIAS

VOLTAR

Parede branca

Te vejo
vejo uma parede branca
não há malditas e deliciosas borboletas se chocando dentro das minhas vísceras
Eu torço para você ir
e isso não é bom
Eu me engano toda vez que lanço a ti uma palavra
Tento e saboto-me para sentir
Que perda de dias
Você é tão você
e eu não tenho amor que sambe você
Nunca irei morrer de alguma coisa por ti
Não temos canção
só o silêncio
não me iluminas
vá.

Dani Autor Dani MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE