POESIAS

VOLTAR

Se não conhece a dor, não dizes onde está a doer.

Olhai bem com que olhos e intelecto,
Tu pensas conhecer a minha poesia.
Não julgueis o que não conhece...
É tão fraco o que tu sabes de psicologia.

Em razão disso direi algumas coisas a ti:
Uma ciência morta tanto quanto o latim!
Fadada ao fracasso pois ninguém mais ler!
Pessoas doentes tratando outras adoentadas!

Na tentativa insana de saber quem tem mais problemas,
Se és aquele que trata a doença ou o tratado e coitado,
Em um jogo louco de quem entende sem entender!

Mas, guarde uma coisa para si e não te esquece!
Se tu por acaso não escreves, por favor não te atreve!
Pois se não conhece a dor, não dizes onde está a doer.

NUNES, Elisérgio.

Elisérgio N Cardoso Autor Elisérgio N Cardoso MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE