POESIAS

VOLTAR

BEIJA-FLOR

BEIJA-FLOR

Eu queria ser teu beija-flor,
Bater minhas asas ao teu redor,
Colher o néctar direto na tua flor.
Nas minhas penas, ser teu arco-íris
Refletindo ao sol todas as cores.
Meu bico longo teu beijo demorado.
No ar respiro a lembrança do teu perfume
Que eleva meu astral até a nuvem mais alta.
De lá pulo solto na gravidade de Newton,
Pousando firme no lado esquerdo das tuas costas,
Queimo a tua pele integra sem ultravioletas,
Numa tatuagem fotográfica azul brilhante
Da cor do céu onde moram os Anjos.
Eu quero ser teu Anjo na tua cor preferida,
Com penas feitas de almas etéreas,
Com o segredo do cadeado do teu coração.

www.camarabrasileira.com
Obra registrada no EDA.

João Freitas Filho Autor João Freitas Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE