POESIAS

VOLTAR

OS SENTIDOS

Ao empunhar a viola, “Kant”!
Dance, comemore
Tu pensas!
Pois, jaz mera matéria,
A razão quem o diga...

Viva em busca de vida,
Sua existência não é divina
Mas deveria!
Seria melhor natureza estar?!
Diga isto aos carrapatos...

Solte o brado de existência: POR QUÊ?!
Dê um sentido aos sentidos
Teu elo com o mundo...
E se mais dúvidas tiveres,
“Voltaire” ao princípio...

Carlos A B Pimentel Autor Carlos A B Pimentel MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE