POESIAS

VOLTAR

Máxima Juniana

Máxima Juniana


Como Camões e
Cervantes caminhei
pelos campos de batalha,
fui soldado e sou poeta.
Nunca perdi uma batalha
porque o meu general e o
“Senhor dos Exércitos”.

A vida é velório
quando se vive e os
sonhos morrem.
Mas quando alguém
morre e o sonho vive,
esse é capaz de mover
nações.

O sonho que
vive é sol que nasce
no horizonte, todas
às manhãs.

O resto é melancolia
de Byron e ceticismo
do meu estimado e amigo
Machado que lutou
tanto pra chegar
às negativas.

Este é o meu
legado aos vivos,
aos que dormem,
e aos céticos.
Vi um homem
domar o vento.
Vi a água furar
uma pedra.
Vi uma formiga
derrubar um palácio.
Vi um beija flor
plantar uma floresta.
Vi um “sonho” manter
um homem vivo,
( Eu).

Já sinto saudades de você,
meu caro leitor,
mas está é a ultima página.






Junior Mariano Autor Junior Mariano MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE