POESIAS

VOLTAR

Indiferença[para ele]

Com uma cerveja na mão ele fica ao meu lado, olha-me de cima a baixo.
Embriagado, percebendo a minha insignificancia, sai mas volta com uma cadeira e senta ao meu lado. Mira-me, congelando seu olhar, analisando meu jeito. Eu canto, grito, enloqueço com Cazuza e ele nota minha indiferença...
Levanto, danço. Ele beija alguém e ele só nota minha indiferença.
Então a última música toca, me coloco na frente ao palco e canto Natasha e ele chega próximo, mas só nota a minha indiferença..

Beatriz Magalhães Autor Beatriz Magalhães MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE