POESIAS

VOLTAR

SEXO POR PRAZER

SEXO POR PRAZER

Tanta chuva, tanta seca,
Nosso mundo se desbalanceou.
Os excessos ultrapassaram a razão,
A falta de chuva no Nordeste,
Em seus excessos de falta d’água.
A farta chuva no Sul do Brasil,
Em seus excessos de tragédias.
A origem do desequilíbrio é uma só:
Há mais gente que o mundo pode suportar.
É hora de priorizar o sexo como diversão,
E procriar com razoável moderação.

www.camarabrasileira.com
Obra registrada no EDA.

João Freitas Filho Autor João Freitas Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE