POESIAS

VOLTAR

PROCURO

PROCURO

Eu me sentia tão só
Estava embrenhado em meio ao nada
Em meio à penumbra do ser
Este eu que não me pertence
Encontrei uma estrela tão bela
Como vou conquistá-la, não sei
Sei que em meu peito palpita algo
E na mais poderosa tempestade de meu ser
Eis que surgiu um sorriso
Desmoronando minha atenção
Capturando meus olhos
Que encontraste os teus
Como um bobo, fico
Sigo sonhando, este caminho
Pensando em você, sigo a passos curtos
Este caminho trilhado pelo poeta
A procura da palavra certa
Para decifrar este bem que você me faz
Procuro.

Wagne Ribeiro Autor Wagne Ribeiro MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE