POESIAS

VOLTAR

MOCÓ

MOCÓ

É chinelo de couro
De veado capoeiro,
Um prego não te fura
Nem ao gibão do vaqueiro.

No estribo do cavalo,
Que a chuva não te escorrega,
É o apoio na pegada
Do boi que o dia chegou.

Ilustração: Moisés Martírios.
Obra registrada no EDA.

João Freitas Filho Autor João Freitas Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE